Blógico!

Pensamento, cultura, artes, boas notícias

Incolor

Um pombo incolor desce o nublado vão
Da inspiradora paisagem de concreto
O império do ãngulo reto
Sob as asas desse rato impune
É um hiato na razão,
Uma distância que nos une

Buscando seu banquete
Cisca meu peito o bicho arredio
Vasculha o vazio aonde homem pisa
E tudo é sóbrio, claro e sombrio

Sob o céu,  sobre o chão, em toda parte
A arte se esconde no dia cinza
E no coração tremula o estandarte
Da vastidão desta terra nula e boa
Aonde sorrir a toa é o maior desafio.

Pbl

Anúncios

17-02-09 - Posted by | Desabafo, Poesias

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: