Blógico!

Pensamento, cultura, artes, boas notícias

O desabafo do motorneiro.

Aconteceu recentemente uma batalha no mundo virtual que seguiu silenciosa, salvo alguma repercussão em sites e blogs:. entidades representativas das grandes gravadoras conseguiram, depois de mais de um ano na justiça, fechar a comunidade “Discografias completas” do Orkut, dedicada à divulgação de discografias dos mais variados artistas (e os links para download para cada álbum).

Linotipistas, laboratoristas, ascensoristas, motorneiros, calceteiros, pintores de letreiros de cinema, telefonistas, teletipistas, limpadores de escarradeiras, catadores de estrume, montadores de chapéus, cocheiros, carroceiros, virgens, pianistas de filme mudo, lanterninhas, mecanógrafos e guarda-livros; todos viram suas atividades se extinguirem pela chegada da tecnologia que no final traria um bem maior: tudo pelo progresso.

Este é o cocheiro de bonde, precurssor do motorneiro. Ele foi preso por baixar música ilegalmente enquanto procurava emprego nos sites de RH.

Este é o cocheiro de bonde, precurssor do motorneiro. Ele foi preso por baixar música ilegalmente enquanto procurava emprego nos sites de RH.

Agora o fenômeno acontece na outra ponta: Como uma cyber-pororoca, os avanços tecnológicos vão da foz à nascente da economia, na contra-mão do monopólio dos meios de produção, distribuição e difusão de informação. E o que acontece com o “inevitável progresso”? Vira crime. O desespero das grandes gravadoras já as levou a processar e criminalizar a própria base de consumidores, pequena aberração histórica que será lembrada como uma espécie de antropofagia de nossa época.

Enquanto isso, inúmeros blogs de música pipocam por toda parte, divulgando em sua grande maioria discos e artistas que não estão no circuito da mídia; parece que ogolpe perpetrado pela indústria fonográfica nos internautas revelou-se um tiro pela culatra, pois agora os milhões de downloads que se centralizavam na “Discografias Completas” serão pulverizados por inúmeros blogs, sites e sistemas de busca em servidores online ou ponto a ponto… Definitivamente impossível de rastrear e coibir um movimento tão anárquico e generalizado.

Se ficou menos prático encontrar um bom disco para baixar, não ficou impossível e ainda abrem-se as portas para um conteúdo muito mais refinado e profundo, dentro de todos os gêneros de música e filmes.

Ao contrário de estarem condenadas por esta realidade, as grandes gravadoras estão em posição privilegiada de se adaptar e continuar ganhando dinheiro, afinal elas têm como investir em mudanças e ainda possuem contratos com as maiores bandas e artistas do mundo. Mas algumas bandas, como  Radiohead, já vendem tanto ou mais pela distribuição independente de músicas do que através das gravadoras, o que mostra que a atitude destas deve mudar logo, se quiserem sobreviver.

A fórmula do novo meio de se viver a música e os filmes ainda não está pronta e muitas misturas estão sendo tentadas; não sabemos como será o futuro mas vejo um modelo de negócio das gravadoras próximo de alguns princípios básicos:

Ser sócio dos artistas ao invés de explorar seu trabalho;

Promover eventos e conteúdo, ao invés de copiar discos para ganho em escala;

Descobrir novos talentos e investir em grandes carteiras de artistas, ao invés de sugar ao máximo os grandes vendedores de discos.

Enquanto isso não acontece, os leitores do Blógico podem conferir alguns dos melhores blogs que divulgam boa música. Tem de tudo: do instrumental ao hip-hop. Façam bom proveito e notem que são trabalhos absolutamente sem fins lucrativos, feitos por gente que realmente gosta do que ouve.

Toque Musical

MP3 discografias

Samba e Soul

Fusion Rock Latino

Loronix

Cápsula da Cultura

Contra-Argumento

Barato Musical

Casa de Mídias

Se depois deste post a RIAA não fechar o Blógico eu falo porque esta história me lembrou da cenoura orânica que não comi semana pssada.

Pbl

Anúncios

13-09-09 - Posted by | Crônica geral, política

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: